sábado, 31 de dezembro de 2011

2011 Eu Já...




Este 2011 eu já:
-Mudei de vida 2 vezes.
-Vomitei de nervosismo.
-Fiz bons amigos.
-Tive meu primeiro 
namorado
.
-Tive meu primeiro 
beijo
.
-Tive esperança, sonhei muito e me decepcionei.
-Chorei tanto que quase entrei em depressão.
-Bati meu recorde de estar zangada com uma pessoa.
-Me diverti.
-Conquistei.
-Voltei a encontrar o amor e a esperança em ti.

Nunca me abandones! Eu amo-te!!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Tudo o que mais quero de ti*


*.*  Tudo o que eu mais queria era passar o Fim de 2011 contigo, meu bem…  
*-*  Que me mandasses um sms a dizer o quanto me amas ou adoras.
*.*  Que no primeiro dia de aulas me digas algo que me espante (pela possitiva).
*o* Que me abraces sem razão!
*3* Só quero o um pouco do teu amor, será que é muito para pedir?

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Se...?



-Se és giro? Não
-Se fico contigo para sempre? Não
-Se gosto mesmo de ti? Não
-Se te fosses embora chorava? Não
-Se morresses o que faria? Não sei...

Vê:
-Não és giro és perfeito!
-Não fico contigo porque és parte de mim!
-Não gosto de ti, eu AMO-TE!
-Se fosses embora iria contigo,juntos de mão dada.
-E se morresses? Eu morria junto porque és tudo para mim! *.*

Ano Novo*




Véspera de ano novo... Isto é tão irreal! *.*
Já passou um ano de imensos altos e baixos... risos, brincadeiras, amor e carinhos, mas também discuções, dor, sofrimento e perdas.Tantas pessoas que entraram e saíram da minha vida, umas mais importantes e marcantes que outras... Foi um ano de novas experiências que me tornaram mais matura.
E sabendo o que hoje sei, olho para trás, e apesar de me arrepender de algumas coisas, não mudaria nada pois foram aquelas pessoas e aquelas atitudes que me tornaram como sou hoje e também foram aquelas situações e escolhas que me trouxeram até aqui, ao pé de ti. Por isso já não me importo com o passado, estou agradecida por te ter na minha vida. :3

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Uma Questão de Tempo*

Lá está ele, discreto e misterioso. *Inspiro com força*  De repente o peso do Mundo cai sobre mim. Não posso sentir isto... Não o posso desejar tanto quando ela gosta dele. 
Este sentimento dói como se alguém está a rasgar-me toda por dentro, e mesmo assim, o desejo permanece, arde como uma fogueira descontrolada. Acho que o meu sentimento é mais intenso que o dela. Amo-o e ela meramente o adora.
Ela não age por causa de mim, não me quer fazer sofrer. Mas é  tarde para isso...
Ele por outro lado já é mais  meu amigo. Falamos mais e brincamos muito *Suspiro e sorrio* ele faz-me rir tanto... Não quero alguma vez chorar por ele...
De repente o frio apodera-se de mim. Dói-me tudo. A minha cara está molhada, mas não é do suor de eu ter andado à pressa, nem tão pouco é da chuva que cai... Uma das gotas percorre o caminho até os meus lábios onde se funde na minha boca. É salgada... Sim só pode ser uma coisa: lágrimas.
Porquê que  estou a chorar, perguntas? Por tudo e mais alguma coisa. Ninguém pode me ver assim, frágil e fraca. Então ponho-me na chuva, ficando toda encharcada, e as lágrimas corridas pela minha face, são confundias com a água que me rodeia .
Estou farta de fingir que não o amo. Preciso tanto dele que sou capaz de tudo...

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Querido Pai Natal...



Querido Pai Natal,

     Antes de mais, muito obrigada pelas suas prendas ao longo destes anos…
     Este ano eu portei-me bem, como sempre, e apesar de eu ser céptica em relação à sua existência escrevo esta carta à mesma. Não sei muito bem o que lhe escrever, pois esta é a primeira vez (que me lembre) que lhe escrevo… Não sei porquê que os adultos lhe inventaram. Se calhar era para dar um motivo para trocar presentes, ou simplesmente para sair da rotina e tornar tudo mais alegre e divertido, não sei.
     O que eu quero receber? Quero uma coisa que provavelmente não me poderá dar… Não lhe vou pedir o rapaz em si pois ele não é um objecto, apenas quero que o rapaz que gosto me mande sms ou que me veja por acaso na rua, sorrir e me acene, quero que ele repare em mim ou que simplesmente queira ser meu amigo… Não é muito que peço, apenas isso alegrar-me-ia. Não sei se poderá me dar isso, mas seria muito agradável. Mas no fundo eu sei que Pai Natal não pode fazer mudar os sentimentos das pessoas ou fazer com que as coisas aconteçam… ou pode? Nem sei se você existe… :(

Feliz Natal e continue o bom trabalho :)
Assinado Jenny

domingo, 11 de dezembro de 2011

Quinze Dias De Reflecção & Meditação


Querido Diário,
- Hoje mal acordei liguei o portátil e estive a ler o livro da minha mana fofa *-* !! O livro {A Vida de Mara}é espectacular mesmo! Eu aconselho-o a todos{http://avidademara.criarumblog.com} é sobre uma miúda de 16 anos que se vê obrigada  acrescer  mais depressa devido aos conflitos da sua vida, a miúda vai trabalhar num café, perde amigos, perde o amor da sua vida, começa a beber e a fumar... mas no fim encontra a felicidade. É mesmo um livro maravilhoso *o*
- Depois fui passear pela Avenida do Mar... Olhei vários minutos para o mar. Amo o mar porque acalma-me, trás-me pensamentos em que preciso de reflectir sobre o mais variados assuntos e temas, e é como se tivesse uma ligação com o mar, como se estivéssemos a falar. Então como eu estava a dizer: estava eu olhando para o mar pensando "Como seria a minha vida se eu pudesse ser livre desta Ilha?" Imaginei-me a descobrir o mar, nadar no Oceano Atlântico, banhar-me nas ondas do Mar Mediterrâneo, descobrir lentamente o meu caminho até Itália... Ah! O som do mar a bater na costa criou uma melodia linda, fazendo-me lembrar do rapaz esbelto que gosto... e aí pensei: "E como seria a minha vida se eu estivesse nos seus braços? Será que tudo seria diferente?" E aí comecei a imaginar a minha vida com ele. Se seria feliz ou dolorosa. Foi então que reparei que estou mesmo a gostar dele e a cada dia que passa o sentimento arde dentro de mim... Andei o dia todo neste dilema... O problema é que o meu coração está em ruínas. Está completamente destruído.
- Só para perceberem o estado do meu coração: está muito frio {-3º graus C, chove constante, não existiria tempo {passado, presente ou passado}, não há cor a não ser o sol que raramente aparece e está tudo cheio de cinzas. Mas o mais incrível é que apesar da terra infértil uma flor se atreveu a crescer radiante e discreta. Só quero proteger essa flor. O meu coração está a esforçar-se mas a minha alma está tão longe. Não o quero esquecer. Ele é a minha esperança. Não há mesmo volta a dar. Estou apaixonada por ele, pela flor, pela esperança e quero aproveitar cada momento deste sentimento.
- Já reparaste que faltam 15 dias para o Natal?

Posts Mais Vistos: